terça-feira, 28 de setembro de 2010

GABARITO DA PROVA DA PM - CSFD 2010

PROVA “ALFA” PROVA “BETA” PROVA “DELTA” PROVA “GAMA”


1 C 1 A 1 B 1 D


2 C 2 D 2 A 2 B


3 A 3 D 3 B 3 C


4 B 4 C 4 A 4 D


5 C 5 A 5 D 5 B


6 A 6 B 6 C 6 D


7 D 7 A 7 C 7 B


8 D 8 C 8 B 8 A


9 B 9 A 9 C 9 D


10 C 10 D 10 B 10 A


11 C 11 A 11 B 11 D


12 A 12 B 12 C 12 D


13 D 13 B 13 A 13 C


14 B 14 D 14 A 14 C


15 A 15 C 15 B 15 D


16 B 16 C 16 D 16 A


17 B 17 C 17 A 17 D


18 D 18 A 18 C 18 B


19 A 19 B 19 C 19 D


20 A 20 D 20 C 20 B


21 A 21 D 21 B 21 C


22 C 22 D 22 A 22 B


23 B 23 C 23 D 23 A


24 B 24 C 24 D 24 A


25 D 25 B 25 A 25 C


26 A 26 C 26 D 26 B


27 A 27 D 27 C 27 B


28 C 28 A 28 B 28 D


29 D 29 A 29 B 29 C


30 B 30 A 30 D 30 C


31 C 31 B 31 D 31 A


32 A 32 B 32 D 32 C


33 D 33 C 33 B 33 A


34 B 34 D 34 A 34 C


35 C 35 B 35 D 35 A


36 A 36 B 36 D 36 C


37 B 37 A 37 C 37 D


38 C 38 D 38 B 38 A


39 D 39 B 39 C 39 A


40 D 40 C 40 A 40 B


PROVA ALFA

PROVA BETA

PROVA DELTA

PROVA GAMA

24 comentários:

Anônimo disse...

A LÓGICA DO RAZOÁVEL

Como devem ser os SOLDOS da PMERJ e do CBMERJ (em 2011):

CORONEL ------------- R$ 2.079,53
TEN CEL -------------- R$ 1.923,56
MAJOR ---------------- R$ 1.784,23
CAPITÃO -------------- R$ 1.590,85
1º TEN ---------------- R$ 1.372,49
2º TEN ---------------- R$ 1.231,08
SUBTEN --------------- R$ 1.102,14
1º SGT ------------------ R$ 987,78
2º SGT ------------------ R$ 883,80
3º SGT ------------------ R$ 794,37
CABO ------------------- R$ 563,55
SOLDADO -------------- R$ 538,60

Salário Mínimo (em 2011): R$ 538,15.

QUANDO É QUE O PM DO RIO VAI TER UM SOLDO DIGNO???

O SOLDO É O SALÁRIO DO MILITAR ESTADUAL.

GRATIFICAÇÕES E BOLSAS NÃO FAZEM PARTE DO SALÁRIO.

Anônimo disse...

NOVO SALÁRIO DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE TOCANTINS - PMTO (DEZ/2010):
1. Coronel – R$ 12.000,00
2. Tenente-coronel – R$ 10.800,00
3. Major – R$ 9.720,00
4. Capitão – R$ 8.748,00
5. 1º Tenente – R$ 6.993,38
6. 2 º Tenente – R$ 6.500,22
7. Aspirante a oficial – R$ 5.361,73
8. Subtenente – R$ 5.361,73
9. 1º Sargento – R$ 4.572,41
10. 2º Sargento – R$ 4.113,51
11. 3º Sargento – R$ 3.643,27
12. Cabo – R$ 3.521,96
13. Soldado –R$ 2.850,00
14. Cadete III – R$ 3.600,00
15. Cadete II – R$ 3.249,67
16. Cadete I – R$ 2.878,18
17. Aluno soldado – R$ 1.416,86

Anônimo disse...

Três arrastões em menos de 12 horas levam pânico a motoristas e transeuntes no Rio

Anônimo disse...

Ué... O Rio não está "pacificado"??

Anônimo disse...

ta pacificado a casa do governador que ao meu ver esta chei de segurança pm e mal de obra barata BOTA ELE CUMPRINDO ORDEM E ESCALA E ACABOU---VOCES PMS ACEITAM ISSO TRABALHAR MUITO E GANHA POUCO ---ATE AGORA NAO ENTENDO O QUE ESTA ACONTECENDO COM A PM O QUE ESTA AMARRANDO A PM E CORPO DE BOMBEIROS A FAZER PARALISAÇAO, ALIAS CABE INFORMAR QUE ESTA PREVISTA PARALISAÇAO A NIVEL NACIONAL ENTREO DIA 1 E 2 DE OUTUBRO SERA QUE VAI HAVER SO QUANDO CHEGAR O DIA VAMOS SABER

Anônimo disse...

A PMERJ não pode ter seus profissionais complementando a FALTA DE RENDA em "BICOS".

O Salário Mínimo Necessário estimado pelo DIEESE, considerando o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que prevê as necessidades que o salário mínimo deveria suprir, referente ao mês de Agosto/2010, é R$ 2.023,89 (dois mil, vinte e três reais e oitenta e nove centavos). Quem zela pela segurança do cidadão precisa ser prestigiado. O ânimo do Policial Militar é o seu salário, o seu justo soldo.

PMs e BMs do Rio ganham abaixo da média!

Salário médio do trabalhador em agosto (R$ 1.522,20) é o maior em 8 anos, com exceção de POLICIAIS MILITARES E BOMBEIROS do Rio de Janeiro.

Segundo pesquisa mensal divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o rendimento real médio dos trabalhadores ficou em R$ 1.522,20 no período (o rendimento médio real dos trabalhadores cresceu 2,5% na Região do Rio de Janeiro).

GOVERNO DO RIO DE JANEIRO,

O ESTADO QUE POSSUI A SEGUNDA MAIOR ARRECADAÇÃO DO BRASIL,

PAGA O MENOR SALÁRIO MILITAR DO PAÍS.

RESPEITO AO PROFISSIONAL SE MOSTRA NO CONTRACHEQUE

O Judiciário paga até R$ 8.479,71 a funcionários que têm apenas ensino fundamental e desempenham funções de apoio, paga até R$ 18.577,88 aos profissionais de nível técnico e R$ 33.072,55 aos servidores de nível superior, valor acima do teto do serviço público, que é de R$ 26.723,13.

SEGURANÇA DE QUALIDADE, SEM SALÁRIO DIGNO, É IMPOSSÍVEL.

SÉRGIO CABRAL NÃO TEM COMPROMISSO COM A SEGURANÇA PÚBLICA DO RIO DE JANEIRO, POIS ELE NÃO PAGA NEM UM SALÁRIO MÍNIMO DE SOLDO!

Anônimo disse...

O PAGAMENTO DOS MILITARES ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO É INSUFICIENTE PARA PAGAR O BÁSICO. ISTO É UM DESESTÍMULO MUITO GRANDE PARA O SERVIDOR, PRINCIPALMENTE O QUE ARRISCA A VIDA NO CUMPRIMENTO DO DEVER.

Veja abaixo como ficarão os salários de todos os postos e graduações da Polícia Militar de Sergipe (ao final de 2010):

Coronel – R$ 12.401,62
Ten. Coronel – R$ 10.784,02
Major – R$ 9.885,35

Capitão – R$ 8.599,70
1º Tenente – R$ 7.166,41
2º Tenente – R$ 5.733,13

Subtenente – R$ 4.793,59
1º Sargento – R$ 4.566,32
2º Sargento – R$ 4.004,67
3º Sargento – R$ 3.512,87

Cabo – R$ 3.193,52
Soldado – R$ 3.012,75


O PM ter que fazer "bico" é um absurdo, É UMA IRRESPONSABILIDADE DO GOVERNO. O combate à criminalidade passa, antes de tudo, pela VALORIZAÇÃO DO POLICIAL MILITAR. Qualquer cidadão de bom senso sabe que Policiais Militares e Bombeiros do Rio de Janeiro recebem salários vergonhosos.

Jamais conseguiremos uma segurança de alto nível com Policiais Militares vivendo de esmolas. A condição de vida dos PMs tem que ser a melhor possível. Um Policial Militar, pela função que exerce, não pode morar mal, conviver com marginais e meliantes. Quem quer ou almeja uma segurança de qualidade tem que investir em pessoal, pagando salários dignos, pelo menos R$ 4.000,00 (quatro mil reais) mensais para um POLICIAL MILITAR em início de carreira (um "recruta").

Anônimo disse...

AS PESSOAS BUSCAM A POLÍCIA MILITAR NÃO PELA VOCAÇÃO, MAS COMO ÚLTIMA OPÇÃO DE EMPREGO.

Anônimo disse...

AINDA FALTA MUITO PARA FICAR “RUIM”.

Falta ao Estado um planejamento mais bem feito, o que se joga fora em termos de dinheiro público não está escrito em gibi nenhum.

Eu sou contra a PROMOÇÃO de praças POR TEMPO de serviço, porque a mesma não considera o tempo na graduação, apenas o tempo de casa, causando injustiça com quem se destacou durante a carreira e foi promovido por bravura ou concurso interno (MERECIMENTO).

A promoção de praças por tempo de serviço não substitui a falta de reajustes.

As promoções de praças por tempo de serviço são pseudo-promoções. Em se tratando de Polícia Militar, as mesmas SÓ EXISTEM NA PMERJ!

A Promoção de Praças por Tempo de Serviço, da maneira como está sendo feita, é um atentado à hierarquia e desmotiva a tropa. Para ser justa, a mesma deveria considerar o TEMPO NA GRADUAÇÃO. Em todos os níveis profissionais, a acomodação é condenável. No CBMERJ, o problema foi sanado com a criação do DECRETO Nº 39.109, DE 04 DE ABRIL DE 2006. A "promoção real" é a conquistada através do CFC e do CFS, ou seja, é a que aumenta a credibilidade profissional.

O Comandante Geral da PMERJ (O "ZERO UM") poderia sugerir ao Governador do Estado do Rio de Janeiro um DECRETO semelhante ao que foi feito em 2006 e exigir a aplicação do salário mínimo (será R$ 538,15 em Jan/2011) ao soldo do menor grau hierárquico (Soldado). A "gestão" Cabral tem que corrigir essa injustiça da ex-governadora ROSINHA GAROTINHO. Incentivar o estudo na corporação, investindo em concursos internos e valorizando os Sargentos concursados, é uma medida fundamental para melhorar o nível de conhecimento da tropa.

É justo dentro do mesmo Estado os Sargentos concursados do CBMERJ e da PMERJ terem promoções diferenciadas?? O CONCURSO INTERNO TEM QUE SER VALORIZADO NA PMERJ, COMO É NO CBMERJ!

O Interstício do Sgt concludente do CFS deveria ser:
4 (quatro) anos de permanência na graduação de 3º Sargento;
3 (três) anos de permanência na graduação de 2º Sargento;
2 (dois) anos de permanência na graduação de 1º Sargento.

A função de Sargento na PM deveria ser preenchida somente através de concurso interno para a referida graduação.

Anônimo disse...

INFELIZMENTE, A PMERJ ESTÁ SENDO UTILIZADA APENAS COMO "TRAMPOLIM" PARA OUTROS CONCURSOS PÚBLICOS.

Anônimo disse...

Collor pode ser cassado porque falsificou uma pesquisa. E isso lá é crime no Brasil?
Pobre Collor. Uma vez perdeu o mandato por causa da porcaria de um Fiat Elba. Impeachment. Fim de carreira. Pois não é que agora, quando quer voltar ao Executivo, querem cassá-lo porque falsificou uma pesquisa eleitoral? E isso lá é crime no Brasil? Desde quando? Passamos uma eleição inteira com números fraudados, mexidos, ajeitados e querem cassar o pobre do Collor? Assim não pode, assim não dá!

Anônimo disse...

Sou mais Cabral, hoje sou sargento de curso e ganho 2600,00 + 400,00 pronasci e 500,00 de segurança num total de 3500,00 de renda , graças a PMERJ, o que acontece é que o PM quer ter um falso padrão de vida e quer desfilar de carros carissimos ,ter mais de 3 filhos,ter varias mulheres ,freqüentar restaurantes caros,assim não a dinheiro que o sustente, graças a Deus minha vida é boa ,não sou rico mas durmo com a consciência tranqüila.

Anônimo disse...

PMS DE TOCANTINS CORRERAM ATRÁS.O PM DO RIO TEM MUITO PAPO E POUCA AÇÃO.PERDEMOS A CHANCE DE NOS VALORIZAR-MOS NO PAN,AGORA ANTES DAS ELEIÇOES ESTAMOS PERDENDO OUTRA CHANCE.VAMOS VER OS OUTOS ESTADOS LUTANDO E GANHANDO MAIS E NÓS PREOUCUPADOS COM A ESCALA POR CAUSA DO BICO.É UMA VERGONHA!!!A SAÚDE ACABA,O BICO ACABA,O AQUARIO QUEBRA E NO FINAL TEM QUE VIVER DO QUE ESTÁ NO CONTRA-CHEQUE.PENSE!!!!!!

Anônimo disse...

O Anônimo das 23:39 deu uma aula para o Anônimo das 21:58.

O QUE VALE É O CONTRACHEQUE!

O PM ter que fazer "BICO" é um absurdo, É UMA IRRESPONSABILIDADE DO GOVERNO.

GANHAR R$ 500,00 DA SEGURANÇA É UMA VERGONHA! VOCÊ VALE MENOS DO QUE UM MENDIGO?? NEM O MENDIGO, QUE NÃO TRABALHA PARA NINGUÉM (SÓ PEDE), RECEBE TÃO POUCO! NEM A GORJETA DO GARÇOM É TÃO PEQUENA...

Anônimo disse...

O concurso para o CFS não foi no Governo Cabral, foi antes dele assumir.

Não podemos somar a esmola do pronasci e nem a gorjeta do POEPP, pois as mesmas não fazem parte do salário. A renda do PM do Rio é insuficiente!

Dormir com a consciência tranquila é uma obrigação do PM.

Anônimo disse...

O Anônimo das 21:58 está de gozação!

Anônimo disse...

Enquanto isso...

O Judiciário paga até R$ 8.479,71 a funcionários que têm apenas ensino fundamental e desempenham funções de apoio, paga até R$ 18.577,88 aos profissionais de nível técnico e R$ 33.072,55 aos servidores de nível superior, valor acima do teto do serviço público, que é de R$ 26.723,13.

Anônimo disse...

Aluguel de apartamentos no Rio aumentou 18,19%!

Anônimo disse...

Extraído do Blog:
RIO: A IRRESPONSABILIDADE DAS UPPs E OS ARRASTÕES.

A grande pergunta da população sobre a instalação das UPPs tem sido:
- Se era tão fácil, por que não foi feito antes?
Cidadão, podemos até perguntar para a dupla Cabral-Beltrame:
- Se era tão fácil, por que não começou a ser feito em 2007, no início do governo?
O questionamento é lógico diante da realidade que estamos assistindo, considerando que áreas que eram dominadas por traficantes de drogas fortemente armados e dispostos a defender seus territórios a qualquer preço, repentinamente são "tomadas" pela Polícia Militar, mediante AVISO PRÉVIO, sem um único disparo, sem qualquer prisão ou apreensão de fuzis e ocupadas por centenas de jovens Policiais Militares.
A situação parece tão simples que Sérgio Cabral (PMDB) declarou no debate de ontem, novamente, que ocupará todas as comunidades dominadas pelo tráfico de drogas.
- Se era tão fácil, por que não foi feito antes?
A resposta é muito simples:
Os governos anteriores, inclusive do partido do governador Sérgio Cabral (PMDB), não foram tão irresponsáveis a tal ponto.
As UPPs são uma falsa solução para a criminalidade como um TODO no Rio de Janeiro, sobretudo por não prender os criminosos, apenas os transfere.
O "projeto" é vendido como uma panacéia, festejada em bailinhos de debutantes e na distribuição de doces, empurrando os traficantes de drogas para as outras regiões do Rio, regiões "MENOS NOBRES", nas quais tiros de fuzis repercutem menos que um tapa na Zona Sul.
As UPPs são um absurdo técnico e um sucesso eleitoreiro.
A relação número de policiais x número de moradores é a maior do mundo.
A desorganização administrativa é total.
Existem as mais diferentes escalas nas UPPs, apesar do serviço ser idêntico em todas elas.
Uns recebem RioCard, outros não.
Uns recebem gratificação, outros não.
Uma zona!
Faltam água potável, alojamentos dignos, cadeiras, equipamentos de proteção adequados, entre outras coisas.
Alguns PMs comem em pé, comida fria servida em quentinhas.
Falta vergonha na cara!
Os Policiais Militares que fizeram concurso para trabalharem por oito anos no interior estão sendo obrigados a permanecerem no município do Rio, tanto nas UPPs, quanto nos batalhões da capital, para que Cabral possa se reeleger.
Dane-se o edital!
Há poucos minutos, a TV Globo, anunciou a ocorrência de um novo arrastão, o quarto ou quinto em menos de 24 horas, o Rio vive o caos da insegurança.
A solução encontrada por Beltrame é colocar viaturas estacionadas por 24 horas, ao longo das vias onde ocorrem com frequências os arrastões, retirando o policiamento de outras áreas, pois quase 2.000 Policiais Militares estão imobilizados nas UPPs, isso sem falar nos "milhares" que estão fora da Polícia Militar, trabalhando para outros senhores. Os últimos dados que obtive davam conta que cerca de 2.000 Policiais Militares não trabalhavam na PMERJ.
Cidadão, obviamente, as ruas estão vazias de policiamento e as comunidades onde instalaram UPPs estão repletas de policiamento. O problema é que os criminosos com seus fuzis estão nas ruas, embora alguns continuem vendendo drogas nas áreas onde foram instaladas as UPPs, como a mídia já comprovou, mas estes não precisam mais usar fuzis, pistolas e granadas, tudo foi transferido para o asfalto. A comunidade está "pacificada", as outras facções não podem mais invadir..."
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
CORONEL DE POLÍCIA
Ex-CORREGEDOR INTERNO

Anônimo disse...

RIO: A IRRESPONSABILIDADE DAS UPPs E OS ARRASTÕES. (Continuação).

Os arrastões são uma das decorrências da TRANSFERÊNCIA DOS TRAFICANTES promovida na instalação de cada UPP. Os criminosos migram para outras comunidades dominadas pela sua facção, levando suas armas de guerra (fuzis). São acolhidos, todavia não podem ser empregados na venda de drogas, o "mercado" não permite, assim sendo, precisam praticar outros crimes e invadem a "pista" com seus fuzis, praticando arrastões.
Tal consequência é natural, absolutamente previsível.
Fica claro que isso não foi feito antes por que é um grande erro.
Amanhã, Cabral inaugurará uma nova UPP, utilizando Policiais Militares que moram no interior, alguns consumiram mais de 6 horas para no trajeto casa-quartel, pois a distância é superior a 400 quilômetros.
Dane-se a regulamentação que diz que o PM deve trabalhar até a 100 quilômetros de sua residência.
Cabral quer, a Polícia Militar de joelhos obedece.
O que está sendo feito no Rio de Janeiro é uma irresponsabilidade, um desrespeito a maioria da população fluminense, que sobrevive nas áreas "MENOS NOBRES" do Rio.
E, no meio dos bailinhos e da distribuição de doces, você, cidadão, com um fuzil na cara tendo que sair correndo do seu carro, arrastando seus entes queridos e torcendo para não levarem um tiro de fuzil.
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
CORONEL DE POLÍCIA
Ex-CORREGEDOR INTERNO

Anônimo disse...

eta provinha mobral, essa que foi aplicada no ultimo domingo... realmente a corporação esta desesperada...coitada da população...

Anônimo disse...

Concordo, é uma prova fácil demais!

Qualquer um passa, estão pegando no laço.

Anônimo disse...

Quem vai me proteger???

Depois vão dizer que o PM é despreparado!

O próprio governador do Estado vai chamá-los de “débeis mentais”.

A culpa será de quem? Dele mesmo, do chefe do Exexutivo!

Colocar qualquer homem com a farda da PM nas ruas, não nos protegerá.

MAIS POLICIAIS MILITARES NAS RUAS NÃO SIGNIFICA MAIS SEGURANÇA!

Precisamos de QUALIDADE! Bons salários atraem bons profissionais, ou seja, é possivel fazer uma seleção melhor de quem entra e de quem permanece nos quadros. POLICIAIS BONS E BARATOS NÃO EXISTEM, nem nunca vão existir.

O PM deve ser bem remunerado desde o início de sua carreira, visando com isso que este profissional seja extremamente comprometido com sua corporação. SEM O POLICIAL MILITAR, NÃO HÁ CIVILIZAÇÃO. PAGAR UM SOLDO INDIGNO É SINAL DE DESRESPEITO!

Atualmente, um Soldado PM já deveria estar ganhando cerca de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) ou mais.

O POLICIAL MILITAR É O PRIMEIRO DEFENSOR DA CIDADANIA!

Anônimo disse...

A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO É UM ATENTADO AO PRINCÍPIO DA HIERARQUIA!

A POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ESTÁ SENDO NIVELADA POR BAIXO.

O SUBTENENTE PM JURUNA É UM SOLDADO PM COM TRIÂNGULO NO OMBRO.

É INADMISSÍVEL QUE UM SOLDADO CHEGUE À GRADUAÇÃO DE SARGENTO SEM FAZER NENHUMA PROVA! ELE DEVERIA IR NO MÁXIMO À GRADUAÇÃO DE CABO!!

TRATA-SE DE UMA QUESTÃO DE BOM SENSO.